Header Ads

Seo Services

CÂMARA DE VEREADORES DE FEIRA DE SANTANA: POLÊMICA NO CARTÃO ALIMENTAÇÃO.



Após uma declaração bombástica feita pelo radialista Carlos Lima, em seu programa diário na radio povo FM 103,7  revelou que existe a suspeita de que vereadores de Feira de Santana estiveram ao longo dos últimos 30 meses se apropriando do valor do vale refeição destinado a servidores em cargos comissionados.
Conforme o apresentado Carlos Lima, foram destinados para pagamento de vale refeição no valor de R$ 1.463.537,68, em 2018. Ocorre que nem todo o montante é repassado diretamente para todos os servidores, sendo que apenas os que são de carreira, ou que ocupam determinadas funções, os únicos à receber os valores, enquanto os que ocupam cargos de confiança, indicados por vereadores, ficam dependentes do edil, que obtém o repasse da administração da Câmara Municipal de Feira de Santana, cujo presidente é José Carneiro Rocha (PSDB).
O radialista que também é Ex-assessor da Câmara Municipal de Feira de Santana Carlos Lima, confirmou a prática relatada em seu programa  Jornal da Povo, nunca ter recebido o cartão vale refeição, enquanto ocupou cargo de confiança. Segundo a matéria do Jornal Grande Bahia, do competente jornalista Carlos Augusto, relata que o ouvidor da câmara Municipal de Feira de Santana, o Sr. Humberto Cedraz, confirmou que a administração do poder legislativo entrega aos vereadores os cartões do vale refeição dos servidores comissionados e que estes são distribuídos  de acordo com critérios dos edis.

Na manhã de hoje (17/07/2019) o presidente do legislativo Feirense o vereador José Carneiro Rocha, declarou em entrevista ao radialista Luis Santos, no seu programa “ Levanta a voz” na radio Sociedade News FM, que são os COMISSIONADOS que pegam os cartões vale refeição. O que chama a atenção é que o ouvidor e o presidente apresentam visões diferentes e contraditórias sobre os  mesmo fato.

Nenhum comentário