Header Ads

Seo Services

Novidade da Paraná Pesquisas é Irmão Lázaro, uma criação do Democratas baiano.


A grande novidade da primeira pesquisa sobre a sucessão municipal de Salvador, em 2020, divulgada hoje, chama-se Irmão Lázaro, ex-deputado federal recentemente filiado ao PR pelo presidente da agremiação, o ex-deputado federal José Carlos Araújo.
Negro, evangélico e artista, embora não apareça na sondagem espontânea, Lázaro rapidamente se destaca quando é inserido no primeiro cenário elaborado pela Paraná Pesquisas para sondar o eleitorado soteropolitano com vistas às próximas eleições.
Liderando com 12,3% das intenções de votos, o “grande Irmão” surge com potencial eleitoral nítido, empatado tecnicamente com Alice Portugal (PCdoB-11,8%), Bruno Reis (DEM-11,7%), Lídice da Mata (PSB-10,4%) e Nelson Pelegrino (PT-8,5%), levando em conta a margem de erro de 3,5% do levantamento.
Como todos os demais são figuras mais ou menos carimbadas da política em Salvador, não é exagero dizer que os percentuais com que Irmão Lázaro desponta agora podem estar diretamente relacionados ao fato de ter sido candidato ao Senado na chapa liderada pelo DEM em outubro do ano passado.
Embora o resultado geral da grupo tenha sido um fiasco, o que em parte se atribui à mediocridade da comunicação da campanha, que conseguiu a proeza de ampliar a rejeição do então candidato a governador José Ronaldo (DEM), Lázaro se sobressaiu na oportunidade, tendo obtido mais votos do que o democrata.
Portanto, não se pode negar que, ao escolhê-lo para a chapa como candidato ao Senado, justificando sua força principalmente entre os evangélicos e no público de música gospel, demonstrado pela extensão de suas redes sociais, foi o DEM que lhe permitiu uma grande inserção política.
Como na Bahia a volta do Caboclo pode demorar mas não tarda, o partido do prefeito ACM Neto enfrentará agora o desafio de lidar com a criatura. Para completar, num golpe de grande vivacidade, José Carlos Araújo trouxe o político-cantor para um partido da base do governador Rui Costa (PT).
Mesmo sendo cedo para qualquer predição, com a iniciativa e resultado da primeira pesquisa em mãos, o PR, Araújo à frente, e Lázaro parecem, por ora, ter adquirido a condição de fiéis da balança no jogo que ainda vai se estabelecer para a sucessão do próximo ano. É aguardar para ver.

Nenhum comentário